Conecte-se

Inscreva-se

Daniel Cormier não irá se aposentar sem enfrentar Jon Jones uma última vez 1

Internacional

Daniel Cormier não irá se aposentar sem enfrentar Jon Jones uma última vez

Na iminência de se aposentar, Daniel Cormier deixou claro que persegue um terceiro encontro com Jon Jones.

O campeão duplo está disposto a retornar à divisão dos meio-pesados, a qual Jones domina. Desde que estreou no UFC, em 2013, DC conheceu apenas um nome capaz de derrubá-lo: Jon Jones. Em 13 lutas na organização, o ex-campeão do Strikeforce encarou uma única derrota e uma luta sem resultado, ambas contra “Bones”.

Diferente de seu rival, Jones não sabe o que é ser superado no octógono. Apesar de Matt Hamill sair vencedor na final da edição do The Ultimate Fighter 10, Jon Jones não foi dominado pelo adversário, mas desclassificado por cotoveladas ilegais.

É claro que ele venceu as lutas (as duas que disputaram ) e é aí que eu gostaria de vencê-lo”, declarou DC a repórteres no Rio de Janeiro.

Embora Cormier tenha demonstrado disponibilidade para descer de peso e brigar pelo cinturão dos meio-pesados, Jones não acredita nesta possibilidade: “Definitivamente, ele não vai voltar para o meio-pesado. Ele diz isso, mas não tem como ele voltar para o meio-pesado. Comprometer sua vida, perder esse peso e ficar em segundo plano, de novo, seria devastador. Seria preciso muita coragem para tentar isso, e ficar aquém seria tão devastador. Duvido que ele se coloque nessa situação pela terceira vez”, disse Jones ao Dan Hardy’s Open Mat.

Se Cormier não desce para 93 kg , então Jones poderia subir para o peso-pesado? De acordo com o Jon Jones, não:
No momento, luto nos meio-pesados com muita facilidade e não faria o menor sentido lutar com um cara que eu acho que tecnicamente está no seu nível e dar a ele uma vantagem de tamanho. Só faço isso. Tenho certeza que meus fãs não gostariam de me ouvir falar isso, mas sou apenas eu sendo realista e sendo respeitoso com as habilidades de Cormier”, explicou Jones.

Uma das maiores rivalidades do MMA, Jon Jones e Daniel Cormier formam ainda o quadro dos maiores lutadores da história do UFC. O talento de DC, além de admirado pelo público, é também reconhecido por “Bones”:”Sou realista. Daniel Cormier é um atleta especial e qualquer um pode ser derrotado. Acho que minha maior chance de perder seria para um cara como Daniel Cormier. Estaríamos dando a ele uma vantagem de poder e força sobre mim; isso não faz sentido”.

A próxima luta de Cormier é uma revanche contra Stipe Miocic, de quem tomou o cinturão, no UFC 226. Para Jon Jones, o título permanece com o atleta da American Kickboxing Academy: “Acho que Stipe vai impor uma luta melhor, mas acho que DC vai ganhar de novo. DC é um atleta extraordinário. Sua flexibilidade e agilidade para o modo como é constituído, não faz sentido – mesmo sua resistência, pelo modo como é constituído. Ele é um atleta especial, acho que a maioria dos caras não vai bater DC”.

Na dinâmica da luta entre Cormier e Miocic, Jones acredita que somente um nocaute poderia parar o atual campeão: “Acho que a maneira de vender DC é só pegá-lo com um nocaute, o que Stipe tem poder para fazer. A questão é, ele consegue isso? Acho que DC é inteligente, vai usar seu wrestling e sagacidade para encontrar um meio de vencer de novo”.

No UFC 241, Daniel Cormier fará sua segunda defesa de cinturão. Na primeira, finalizou Derrick Lewis, no UFC 230. A revanche contra Stipe Miocic acontece no evento do dia 17 de agosto, em Anaheim, Califórnia.

Na divisão meio-pesado, Jon Jones defende seu título, no dia 6 de julho. Contra Thiago “Marreta”, o campeão sobe no octógono do UFC 239, em Las Vegas.

Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

Escrito Por

Jornalista e Produtor de Eventos pela MMA Inside. "Não tente ser bem-sucedido, tente antes ser um homem de valor"

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conectar
Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

error: We love you