Conecte-se

Inscreva-se

dossie-jones-parte-i-mais-uma-vez-turinabol-e-encontrado-no-sangue-de-jon

Especial

Dossiê Jones – Parte I: Mais uma vez, Turinabol é encontrado no sangue de Jon

Fizemos um especial dividido em 4 partes onde você irá saber absolutamente tudo sobre os recentes acontecimentos envolvendo Jon Jones sobre a 3ª vez que uma substância ilícita é encontrada no seu corpo.

dossie-jones-parte-i-mais-uma-vez-turinabol-e-encontrado-no-sangue-de-jon

Uma “anormalidade” no teste Jon Jones fez com que o UFC movesse o evento UFC 232 do próximo sábado de Las Vegas para o sul da Califórnia, em Inglewood.

Um teste no início deste mês encontrou uma quantidade mínima de Chlorodehydromethyltestosterone (DHCMT), ou Turinabol, no sistema de Jones. Essa é a mesma substância em que Jones testou positivo em 2017, o que levou à suspensão de 15 meses da qual ele recentemente foi retirado para lutar esta semana.

A Comissão Atlética do Estado de Nevada não tem tempo para investigar e solucionar o caso até o data do evento. Por isso, ela decidiu não dar a licença ao lutador. Mesmo assim, a fim de manter Jones liberado para lutar, Dana White, de forma inédita, está levando o evento inteiro para o ginásio “The Forum”, em Inglewood, Califórnia, nos arredores de Los Angeles. O presidente do UFC, Dana White, disse ao site MMAjunkie:

“A Comissão Atlética do Estado da Califórnia aprovou uma licença para Jones lutar contra Alexander Gustafsson no evento principal, e o card inteiro passará da T -Mobile Arena  para o Forum, na Califórnia.”

O vice-presidente de Saúde e Desempenho do Atleta do UFC, Jeff Novitzky, disse que o teste positivo de Jones não é uma violação. Ele disse que a USADA, em consulta com outras organizações, acredita que o teste é um efeito “pulsante” e não uma nova ingestão da substância para a qual ele testou positivo após a vitório no UFC 214 sobre Daniel Cormier em julho de 2017.

Novitzky descreveu a quantidade de metabólitos de turinabol no sistema de Jones em baixos níveis de “picogramas”.

“Um picograma é um trilionésimo de um grama”, disse Novitzky. “Se você colocar um grão de sal na mesa e dividi-lo em 50 milhões de peças, um picograma é uma daquelas peças desse grama de sal. Esses níveis apareceram nos dígitos simples e duplos de picogramas – portanto, uma quantidade tão pequena ”.

O Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC), não ficou calada e divulgou uma nota dizendo que permitiu que Jones retirasse seu pedido de licença de luta em Nevada para que ele pudesse lutar na Califórnia – e que Jones voltasse a comparecer perante a comissão em janeiro:

“Hoje, o Diretor Executivo da Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC), Bob Bennett, anunciou que, em consulta com Anthony Marnell III, Presidente da Comissão NSAC, o lutador Jon Jones poderá retirar seu pedido de licenciamento feito para estar apto a lutar em Nevada no final deste mês. 

Após extensa análise dos 18 meses anteriores do Sr. Jones sobre os resultados dos testes de drogas antidoping da USADA dentro e fora da competição, o Diretor Bennett, a Presidente Marnell e o Sr. Jones concordam que ele aparecerá em uma audiência de provas em janeiro. Isso permitirá uma discussão ponderada, ponderada e abrangente de seu protocolo e resultados de testes antidoping e fornecerá uma oportunidade para o NSAC determinar o caminho a ser seguido para ele em Nevada. Estamos ansiosos para esta audiência. ”

Novitzky disse que Jones não está atualmente violando o programa de testes de drogas da USADA por causa do resultado do teste:

“Não houve violação do programa antidoping. Ele foi liberado para lutar em termos do programa USADA. … A USADA analisou completamente e internamente. Eles procuraram especialistas externos de todo o mundo. Eles entraram em contato com outra liga esportiva que viu o mesmo problema. E todos eles, independentes de nós, determinaram que isso não era uma reedição da substância e sim uma quantidade muito pequena que estava ocorrendo e ainda aparecendo como um efeito pulsante e de acordo com essas expectativas de todo o mundo, não proporcionava nenhuma melhora de performance.

“Não se sabe muito sobre esse metabólito de longo prazo. O composto-pai não é aprovado para uso humano em qualquer parte do mundo… mas o que a USADA e outras entidades estão vendo é uma recorrência ou potencial “pulsação”, em que você tem vários testes negativos e um positivo por um valor muito baixo – eles estão vendo isso com bastante frequência ao longo do tempo. E ninguém sabe quanto tempo isso pode durar – pode potencialmente durar para sempre (no sistema de Jones) ”.

Dana White, que não se esquivou de criticar Jones durante os problemas anteriores do lutador com testes de drogas e problemas legais, disse acreditar que Jones está limpo:

“Eu não ouvi nada negativo sobre Jon Jones que levou a esta luta – nada. Ele estava disposto a pular em um avião ontem e fazer um teste de drogas imediatamente. Se eu quiser planejar uma reunião para Jon Jones em dois meses, eu não consigo. É difícil conseguir fazer o cara se mexer. E ele está disposto a fazer qualquer coisa. Então, eu acredito que Jon Jones está limpo. Ele está em forma de luta e acredito que ele está fazendo a coisa certa. ”

Novitzky disse que espera que hajam pessoas suspeitarão da mudança do evento, mas deixa claro que a mudança não foi feita pelo UFC de forma ilícita, somente para manter Jones em um evento que ele não deveria ser licenciado para lutar.

“Esta é uma razão exata pela qual temos nosso programa administrado de forma independente”, disse Novitzky. “Eu poderia entender completamente pessoas criticando se essa decisão fosse uma decisão do UFC: ​​’Ei, por que isso está sendo feito?’ Mas não estamos envolvidos na decisão e nem determinando de que Jon é inocente. Eu só estou me baseando nisso, Dana está apenas se baseando nisso, Hunter (conselho geral do UFC) está se baseando nisso:  nas cartas e declarações que estamos recebendo dos especialistas mundiais que estudaram casos parecidos com o de Jones por vários meses. O tempo não é ótimo, mas é o que consegumos. ”

White concordou com a avaliação de Novitzky.

“Nós não faríamos isso. Nós puxaríamos a luta, e a (disputa pelo título de Cris Cyborg contra Amanda Nunes) seria o evento principal e a luta rolaria. É isso aí. Nós seguiríamos em frente. Jones iria embora para sempre, ou – você sabe como eu sou … Se esses caras até duvidassem que algo bizarro aconteceu aqui e que Jones estava errado ou qualquer outra coisa, a luta acabou. Nós puxaríamos a luta. Jones não fez nada de errado aqui. Todos os maiores especialistas, as pessoas mais inteligentes do mundo que lidam com isso estão dizendo que ele não trapaceou, ele não fez nada. Então, como não fazer essa luta?”

White disse que os ingressos para o novo local em Inglewood estarão à venda na quarta-feira, e que os torcedores com ingressos para o show em Las Vegas estão disponíveis para serem reembolsados. White disse que o total esperado de ingressos vendidos na T-Mobile Arena estaria na faixa dos US $ 6 milhões, e espera estar em torno de US $ 1 milhão no The Forum – o que significa uma perda líquida de US $ 5 milhões.

Jones tem estado regularmente nos noticiários nos últimos anos, muitas vezes pelas razões erradas. Ele foi campeão meio-pesado até abril de 2015, quando foi despojado do cinturão após um acidente. Ele se declarou culpado de deixar o local de um acidente e foi colocado em liberdade vigiada, bem como suspenso indefinidamente pelo UFC.

Em abril de 2016, ele lutou e venceu Ovince Saint Preux por um título interino dos meio-pesados, enquanto Cormier estava lesionado. Ele acabaria fazer sua “revanche” contra Cormier, a quem ele havia derrotado no UFC 182, para unificar os cinturões, uma vez que Cormier era o atual campeão.

Porém, no UFC 200, três dias antes da luta Jones foi removido depois de testar positivo para um esteróide proibido. Ele foi suspenso por um ano e perdeu o título provisório em novembro de 2016 – fazendo dele o primeiro lutador da história do UFC a ter um título despojado duas vezes.

Ele retornou no UFC 214 em julho de 2017 e destruiu Cormier com um nocaute no terceiro round para reconquistar o cinturão. Mas várias semanas depois, Jones testou positivo novamente para esteróides proibidos. Seu título foi retirado – novamente – e retornado a Cormier. Ele levou uma suspensão de 15 meses da Agência Antidoping dos EUA (USADA).

Agora, mais uma vez à frente de um grande retorno, o currículo de Jones indica um grave sinal de alerta envolvendo polêmicas em testes anti-doping. Para agravar ainda mais sua situação, Jones ainda coleciona um crime em seu currículo, bem como um teste positivo para os metabólitos da cocaína antes do UFC 182 – que não resultou em uma suspensão, já que era um teste fora de competição.

A saída de Las Vegas colocará o UFC de volta no sul da Califórnia apenas algumas semanas após a promoção ter decidido cancelar o UFC 233 em janeiro, que estava programado para acontecer no Honda Center em Anaheim. Foi a segunda vez que o UFC cancelou um evento. O primeiro, o UFC 151, em 2013, também estava programado para ser encabeçado por Jones.

Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

Escrito Por

"Nada é mais verdadeiro do que números. Números dizem tudo. Números não tem opinião pessoal, apenas a verdade nua e crua."

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conectar
Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

error: We love you