Conecte-se

Inscreva-se

Em números Edson Barboza vs Justin Gaethje 1

Opinião

Em números Edson Barboza vs Justin Gaethje

Em uma luta que tem tudo para ser uma guerra, alguns números são chave para definir o confronto.

Edson Barboza e Justin Gaethje são conhecidos por serem “porradeiros” de primeira qualidade. Edson Barboza ficou conhecido por seus chutes plásticos e potentes, Justin Gaethje ficou conhecido por suas guerras e ser um zumbi praticamente impossível de nocautear. Entretanto, saber que os dois gostam de trocar não é o suficiente para termos um panorama definido pra esse combate. Vejamos o que os números dizem para essa luta:

Edson Barboza

Edson Barboza é um lutador com bastante potência e plasticidade. Ele é conhecido por ter um dos melhores Muay Thais do evento e sua trocação já lhe rendeu bons frutos:

  • Edson Barboza tem o maior número de nocautes na história dos leves com 7;
  • Edson Barboza tem o segundo maior número de knockdowns na história dos leves com 10.

Além disso, Edson é o número 4 no total de golpes conectados entre os lutadores ativos dos leves. Se o negócio é bater, Edson Barboza é o cara certo.

Edson Barboza também é conhecido pelos seus devastadores chutes na perna dos adversários. Alguns lutadores disseram que a dor causada por um chute de Edson Barboza foi a pior dor que ele sentiu na vida. Isso se comprova em números:

  • 28% do total de golpes que Edson Barboza já conectou foram na perna dos adversários.

Além disso, Edson Barboza tem o 6º maior número de low kicks conectados na história do UFC. Edson Barboza distribui de forma interessante os seus golpes: 43% na cabeça, 29% no corpo e 28% na perna. Sendo que a grande maioria desses golpes são chutes. A grande maioria desses golpes é aplicada na longa distância.

O brasileiro costuma ter dificuldades na curta distância, já que sua especialidade é chutar no corpo e na perna dos adversários. Isso se explica no número de golpes que Edson Barboza sofre em média por luta:

  • Em média, Edson Barboza sofreu 80 golpes nas últimas lutas.

O brasileiro tem mais sucesso quando luta com adversários que lançam poucos golpes:

  • Quando sofre mais de 50 golpes, Edson Barboza só tem 5 vitórias;

Adversários com muito volume, portanto, são o ponto fraco do jogo em pé de Edson Barboza, que também possui uma questionável defesa de quedas. Clinch, curta distância, quedas e pressão constante são o ponto fraco do brasileiro, que possui mais sucesso na longa distância. Barboza tem 4 nocautes com chutes no evento, o que mostra que ele possui potência devastadora, mas precisa de espaço.

Justin Gaethje

Justin Gaethje é o ex-campeão dos leves do antigo World Series of Fighting. Ele sempre faz jus ao seu apelido “the highlight”, conseguindo prêmios de performance em todas as suas 4 primeiras lutas no UFC, o primeiro na história a conseguir isso.

Gaethje é conhecido por sua resistência e andar pra frente o tempo todo:

  • Gaethje absorve em média 10.54 golpes significantes por minuto, pior marca entre os top 10 dos leves;
  • Gaethje defende somente 53% dos golpes lançados contra ele.

Em resumo: quase tudo o que lançam contra Gaethje acerta. James Vick uma vez o apelidou de “saco de pancadas humano”, o que não está muito longe da verdade. Gathje sofreu mais que 90 golpes em 3 de suas 4 lutas. Em comparação, Edson Barboza só sofreu mais que 90 golpes em uma luta (Kevin Lee).

  • Gaethje só sofreu um knockdown no UFC, o que quer dizer que em média, são necessários 215 golpes para conseguir um knockdown no americano;

Mesmo sofrendo atrasos históricos no 1º round em 3 de suas 4 lutas, Gaethje sempre volta com força para o 2º round:

  • Gaethje sempre conectou mais golpes no 2º round do que no 1º round.
  • Gaethje conecta em média 8.53 golpes significantes por minuto.

Em comparação, Edson Barboza só conecta 3.99 golpes significantes por minuto, portanto Gaethje é um lutador com mais volume.

Ao que parece, o único meio de parar Gaethje é com golpes no corpo. Já que ele permite aos adversários 75% de precisão em golpes no corpo e costuma “acusar” os golpes no corpo mais que na cabeça.

Gaethje possui um sólido background de Wrestling, sendo um Division I All American, entretanto nunca tentou uma queda no UFC.

Previsão

Ao que parece, Gaethje tem a oferecer para Barboza tudo o que Barboza menos gosta: grande volume, resistência e pressão. Barboza possui um queixo questionável e precisará de muito gás para conseguir acompanhar o ritmo de Gaethje, coisa que ele não vem apresentando nas últimas lutas.

Gaethje deverá sofrer muitos golpes, mas conseguirá sobreviver aos castigos de Barboza e eventualmente conseguirá o nocaute.

Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

Escrito Por

Repórter e Colunista da seção "O Veredito" pela MMA Inside."Aquele que hesita está perdido."

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conectar
Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

error: We love you