Conecte-se

Inscreva-se

queixos-rachados

Especial

Queixos rachados

Nada é para sempre. Neste especial vamos abordar possíveis consequências dos resultados de anos de luta e os atletas que ficaram marcados com o “queixo de vidro”.

queixos-rachados
queixos-rachados
Voltar1 de 5
Use as ← → (setas) para ler tudo

Você já presenciou alguém marretando uma peça de concreto? Bom, eu já. Se for uma peça resistente, com certeza não vai quebrar no primeiro golpe. Talvez não quebre no segundo também. Só que a partir de um determinado momento, ela vai começar a apresentar uma fragilidade, até que perca toda a resistência.

No MMA, assim como em outros esportes de combate, o termo “queixo” diz respeito à capacidade de um atleta de tomar golpes na mandíbula sem cair apagado. Quando um atleta é muito resistente à esses golpes, dizemos que ele tem “queixo duro”, “queixo de concreto” etc. São exemplos disso: os irmãos Diaz, John Lineker, Mark Hunt, Carlos Condit entre outros. Já outros lutadores possuem queixos excepcionalmente frágeis, esses nós dizemos que têm “Queixo de vidro” ou simplesmente que não têm queixo, como por exemplo: Andrei Arlovski, Alistair Overeem, Keith Jardine, Cézar Mutante etc.

Mas estamos aqui pra falar dos atletas que eram conhecidos por terem queixos extremamente resistentes e de um dia pro outro não tinham mais. Vamos aos queixos de concreto do MMA que “racharam” e nunca mais foram os mesmos:

1. Diego Sánchez

Diego Sánchez é lutador de MMA desde 2002 e chegou ao UFC em 2005 por meio do TUF 1, onde ele venceu Kenny Florian.

Sánchez provavelmente é o cara que mais fez “guerras” no UFC. Porém em algumas dessas guerras, era uma disputa entre o queixo de Diego Sánchez e a mão de seus oponentes. Um exemplo da resistência Sánchez é essa luta contra Gilbert Meléndez, na qual ele sofreu impressionantes 83 golpes na cabeça:

Em sua luta com BJ Penn, Diego sofreu 66 golpes na cabeça:

Lembra da história da marreta x concreto? Uma hora o concreto racha. Sánchez começou a sofrer cada vez mais knockdowns em suas lutas, até ser nocauteado pela primeira vez contra Joe Lauzon. Depois disso ele foi nocauteado mais duas vezes, uma por Al Iaquinta, outra por Matt Brown.

Os familiares de Diego Sánchez já pediram que o atleta se aposente, mas segundo o próprio atleta, ele ainda tem: “queixo de ferro, coração de leão e uma mente saudável.” No ano passado ele lançou um curioso vídeo dele mesmo “malhando” o queixo.

Se ele tem a mente saudável? Aí é você quem me diz.

Voltar1 de 5
Use as ← → (setas) para ler tudo

Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

Escrito Por

Repórter e Colunista da seção "O Veredito" pela MMA Inside."Aquele que hesita está perdido."

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conectar
Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

English EN Portuguese PT Russian RU Spanish ES
error: We love you