Conecte-se

Inscreva-se

Tony Ferguson é acusado de violência doméstica 1

Internacional

Tony Ferguson é acusado de violência doméstica

Um novo caso de violência doméstica acaba de invadir o mundo do MMA. Desta vez se trata do ex-campeão interino dos leves do UFC, Tony Ferguson.

Na última quarta-feira, a esposa de Ferguson deu entrada em uma ação cautelar, no Supremo Tribunal de Orange County, alegando ser vítima de violência doméstica. A partir da denúncia, uma investigação formal terá início em 22 de março e uma audiência já está marcada para 5 de abril.

Segundo relatório da polícia, desde janeiro de 2018, foram registrados 5 ocorrências de distúrbios domésticos na residência de Ferguson. A pesar disso, o atleta nunca foi preso ou acusado pelos incidentes.

A ordem de restrição apresentada por Cristina Ferguson aconteceu menos de uma semana após seis unidades policiais terem se apresentado diante da casa de ‘El Cucuy’. A esposa do atleta alegou que ao retornar da casa dos pais, em La Miranda, na última sexta-feira, encontrou todas as fechaduras da casa trocadas e Tony Ferguson do lado de dentro com o filho de 2 anos do casal.

Em 16 de fevereiro, Cristina já havia relatado problemas com Ferguson. Ao deixar a casa, a esposa do lutador acionou a policia em preocupação com o marido. Segundo a mulher, Tony Ferguson agia de maneira estranha, lhe jogando água benta. Embora o comportamento de Ferguson piorava progressivamente, segundo a esposa, o atleta se recusou a se submeter a uma avaliação médica.

Conforme informações recentes, o novo episódio de violência doméstica contra Ferguson ocorreu em 19 de fevereiro. O relatório policial relata como tudo ocorreu e o MMAJunkie forneceu as informações:

Em 19 de fevereiro, a polícia realizou uma inspeção em Tony Ferguson depois que ele fez ameaças e sua esposa e filho deixaram a casa. A polícia conversou com uma mulher não identificada que afirmou que Tony Ferguson não dormiu por três dias e estava destruindo a casa, quebrou a lareira e acreditava que alguém tivesse colocado um chip em sua perna. Um homem não identificado, que chamou a polícia, declarou que o lutador tinha dito a ele que havia alguém dentro de sua parede”.

Atualmente, Tony Ferguson é o desafiante n° 1 da divisão dos leves e acumula 11 vitórias consecutivas. E, recentemente, recusou a oportunidade de disputar o título interino dos leves, contra Max Holloway, no UFC 236.

Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

Escrito Por

Jornalista e Produtor de Eventos pela MMA Inside. "Não tente ser bem-sucedido, tente antes ser um homem de valor"

1 Comentário

1 Comentário

  1. Alex Mota

    15 de março de 2019 em 14:17

    Eu não sei porque “Grana” White não demite esses bostas como esse Tony “El Cucuckold” Ferguson ou aquele idiota do Conor MCbosta. Eles estão manchando o nome do UFC e “Grana White não esta movendo um dedo de sequer. É melhor ele se demitir poque como CEO do UFC ele não esta indo nada bem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conectar
Fique por dentro!

Sabia de todas as novidades e promoções

English EN Portuguese PT Russian RU Spanish ES
error: We love you